Outubro Rosa
Notícias
23/02/2014 19h42 - Atualizado em 23/02/2014 19h42
Baile dos Artistas: 11ª edição inova com evento em espaço aberto e conquista o público
Alexandra Flexa
ale.gflexa@gmail.com
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

Celebrando 11 anos de existência em 2014, o Baile dos Artistas atrai foliões de todas as idades e estilos. Este ano, com o tema "A Festa é Nossa, é de Quem Quiser", o evento, que conta com o apoio do Governo do Estado, inovou ao ser realizado em ambiente aberto. O público aprovou e compareceu para prestigiar a festa popular na Central do Carnaval, instalada no entorno do monumento Marco Zero do Equador.

Os brincantes começaram a chegar a partir 22h30, por isso o evento atrasou um pouquinho. Para animar a festa a fantasia, Clay Sam abriu os shows da noite que contou com a participação especial de Pinduca, o Rei do Carimbó; Banda Afro Brasil; Adail Júnior; e a bateria da Embaixada do Samba Cidade de Macapá.

Durante a festa, o presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Amapá (Santed-AP) e organizador do evento, Luciano Santos, fez seu pronunciamento, anunciando os escolhidos para rei e rainha do Baile de 2014, tradição que acontece todos os anos. Os eleitos no ano passado, Adail Júnior e Carla Nobre, passaram a faixa e a coroa para Richene Amim e Adelson Preto, novo casal real.






Aprovação

O Baile dos Artistas foi aprovado por 95% dos entrevistados, que avaliaram as atrações, organização e participação do público. Prova disso é que 90% deles afirmaram que recomendariam o Baile para outras pessoas.

O produtor cultural Disney Silva, que participa do Baile dos Artistas todos os anos com a família, elogiou a organização do evento de 2014. "O baile ficou muito bonito ao ar livre, o espaço aberto dá mais liberdade e comodidade para os brincantes que participam, até para as crianças brincarem. A novidade deu mais visibilidade e divulgação para o evento, isso é importante para o crescimento e fortalecimento do baile", observou.

O presidente do Santed, Luciano Santos, comemorou o sucesso do evento que atraiu pessoas de todas as idades, não só artistas, mas também populares. "Trabalhamos muito para organizar o evento e ficamos contentes em termos conseguido promover o baile e conquistar um número maior de participantes. Agradecemos ao apoio do Governo do Estado que foi fundamental para esse resultado positivo que valoriza e reconhece o segmento artístico," destacou.

Oportunidade e renda extra

Com a vasta programação na Central do Carnaval, o setor econômico local foi impulsionado pela geração de empregos temporários - aquisição de profissionais que foram contratados para a realização dos eventos - como é o caso de seguranças, Dj's, organizadores, técnicos de som, iluminação, dentre outros trabalhadores que já comemoram os lucros obtidos, além de vendedores ambulantes.

A empregada doméstica Maria da Glória Vilhena aproveitou o período festivo para ganhar uma renda extra. Assim como outros ambulantes, ela trabalha todas as noites na Central do Carnaval vendendo bebidas e petiscos. "Até aqui só tenho a agradecer, todos os dias estão sendo bastante movimentados, principalmente nos fins de semana quando ocorrem as apresentações das escolas de samba, apesar da concorrência, mas aqui todos vendem bem, às vezes o estoque que trazemos acaba cedo porque vende tudo. Pra mim está sendo muito bom passar o carnaval com um dinheiro extra," comemorou.

Para o autônomo Fábio Rocha, os eventos do período carnavalesco é uma oportunidade não só de geração de renda extra, mas também é um momento oportuno para conquistar clientes e garantir lucros futuros. "Aqui a gente conhece muitas pessoas, tem sempre o cliente que gosta do serviço que a gente oferece e acaba se tornando freguês, por isso nos preocupamos em atender bem, mostrar diferencial no atendimento e na comida também. O resultado disso é que mesmo depois do carnaval os clientes ficam," destacou Fábio.

História

O Baile dos Artistas é uma realização do produtor cultural Luciano Santos, com apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura (Secult) e demais parceiros.
O tradicional Baile dos Artistas foi criado em fevereiro de 2003, pelos amigos Luciano Santos e Cláudio Silva. Todos os anos reúne centenas de foliões dos mais variados perfis, numa verdadeira democratização do carnaval, um evento como ele mesmo diz: para todas as "tribos" que desfilam sua irreverência tornando o baile um dos mais tradicionais do Estado.

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação