Notícias
02/07/2012 17h33 - Atualizado em 02/07/2012 17h33
Falsos policiais são presos acusados de estelionato
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

Os militares do 4º Batalhão do município de Santana prenderam dois homens que estavam enganando comerciantes na cidade, passando-se por agentes de polícia civil e cobrando taxas de autorização para funcionamentos comerciais. O fato ocorreu na quinta-feira, 28, quando um comerciante desconfiou da conduta de duas pessoas já identificadas pela polícia.

Segundo a polícia, a dupla estava devidamente uniformizada com boné e blusa da instituição judiciária como se fossem servidores do Departamento de Polícia Administrativa (DPA). Este setor da Polícia Civil é responsável pela expedição de documentos, como alvarás de funcionamento de casas noturnas, bares e similares no Estado. De acordo com as vítimas, quem não apresentava alvará era multado em R$ 100,00 ou R$ 200,00.

A central da PM de Santana recebeu a denúncia e uma equipe saiu em diligência aos acusados e conseguiu prendê-los. Os mesmos foram levados à 1ª Delegacia Policial, onde o delegado de plantão lavrou o flagrante contra por crime de usurpação de função pública, estelionato e falsificação de documento (eles usavam carteiras de polícia falsa).

Servidores que exercem a atividade na sede do DPA, que funciona no prédio da Delegacia Geral de Polícia Civil (DGPC), alertam aos donos de estabelecimentos comerciais do Estado para que não façam pagamentos no próprio comércio.

Todas as formas de pagar taxas são feitas por via bancária por meio de boletos. Ninguém está autorizado receber dinheiro em espécie das mãos de comerciantes.

José Maria Silva/DGPC

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação