Outubro Rosa
Notícias
29/06/2012 16h35 - Atualizado em 29/06/2012 16h35
Ciodes lança projeto para combater o acionamento indevido dos serviços telefônicos
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

Foi lançado nesta quinta-feira, 28, no Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), o projeto Alozinho. O objetivo é combater o acionamento indevido dos serviços telefônicos (trotes) de atendimento de urgência e emergência do Ciodes, serviço prestado à sociedade.

O projeto surgiu a partir da Lei nº 1.551, de 06 de julho de 2011, que autoriza o Poder Executivo a instituir o programa contra trotes telefônicos, denominado "Patrícia Gonçalves Façanha".

As ações do programa serão por meio de palestras, campanhas educativas e outras ferramentas que resultem na sensibilização da população quanto à importância dos serviços prestados pelo Ciodes.

Só no ano de 2011 foram 90 mil ligações e a maioria dessas chamadas foi trote. Em 2012, no período de janeiro a junho, já foram registrados 58,235 mil trotes. O trabalho inicia no mês de julho, com panfletos e adesivos nos carros informando à população de "Não ao Trote, emergência é coisa séria". O trabalho educativo nas escolas iniciará em agosto.

Os órgãos que compõem o Comitê Gestor do Programa são: Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros (CB), Polícia Civil (PC), Polícia Técnico-Científica (Politec), Secretaria de Estado da Educação (Seed) e Secretaria de Estado da Comunicação (Secom).

Foi entregue à família de Patrícia Gonçalves Façanha uma placa de homenagem à memoria da bombeira, que veio a óbito por uma chamada de trote telefônico. Outra homenageada foi a Daniela Ardasse Quintas, a criadora dos Bonecos do Alozinho.

Silvia Andrade/Ciodes

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação