Novembro Azul
Notícias
23/06/2012 16h19 - Atualizado em 23/06/2012 16h19
Obras da banda larga avançam no Oiapoque
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

Após vinte dias do lançamento oficial das obras da banda larga, os operários da empresa RM Telecom - empresa prestadora de serviços da Oi - trabalham dia e noite para garantir a chegada da fibra ótica nos próximos seis meses, conforme acordo entre o governo do Estado e a empresa de telefonia.

Obras para a implantação da banda larga no Amapá geram novos empregos: são 200 trabalhadores na execução e 100 na parte de logísticaNos últimos dias, o diretor-presidente do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), José Alípio Junior, esteve no município de Oiapoque fiscalizando os serviços e o andamento das obras. "Os trabalhos já iniciaram e mensalmente essa fiscalização será feita. A população espera pelos resultados desta obra e o governo estadual garante banda larga para o amapaense. Nossa posição agora é de órgão fiscalizador", afirmou o diretor.

Pela área da Guiana Francesa, desde a Ponte Binacional as obras estão concluídas. Agora, ela avança pelas ruas de Oiapoque chegando às margens da BR-156. Em duas semanas, a RM conclui 25 km de cabeamento instalado. As obras para a implantação da banda larga no Amapá geraram cerca de 300 novos empregos. São cerca de 200 trabalhadores na execução e 100 na parte de logística, de acordo com a RM Telecom.

Até o mês de julho deste ano, as obras devem avançar mais de 50 km. No mesmo período, a empresa avança mais de 40 km por mês.

Durante a visita técnica, José Alípio Junior participou da reunião do Comitê Gestor dos Povos Indígenas (Cogepi) da BR-156, onde a população indígena fez algumas exigências à Oi. A empresa se comprometeu em instalar telefones nas aldeias, oportunizar capacitação de indígenas para manutenção de equipamentos, além de esclarecer as dúvidas dos índios sobre o empreendimento.

O Comitê é formado pela Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap), Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para os Povos Indígenas (Sepi), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Ministério Público Federal (MPF/AP), Fundação Nacional do Índio (Funai), além de várias lideranças indígenas de Oiapoque.

Além do diretor-presidente do Prodap, participaram da visita o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio La Rocque, o chefe de Gabinete Civil do Governo do Amapá, Kelson Vaz e representantes da empresa de telefonia Oi.

Isabelle Braña/Prodap

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação