Notícias
04/06/2012 16h09 - Atualizado em 04/06/2012 16h09
Presidente do Prodap conhece projetos nas áreas de educação e cultura no Rio de Janeiro
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

José Alípio em conversa com a diretora adjunta do Nave, Maria Luísa Albuquerque Visando implantar projetos de inclusão digital para o Amapá, o diretor-presidente do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação, José Alípio Junior, esteve no Rio de Janeiro (RJ), conhecendo programas da Oi Futuro. A entidade possui projeto nas áreas de educação, cultura, esporte, meio ambiente, além de um centro de multimídia.

Um dos projetos conhecidos foi o Núcleo Avançado em Educação (Nave). A instituição funciona em horário integral e atende estudantes de ensino médio. Ela disponibiliza alguns cursos técnicos, visando o aprimoramento dos alunos. Assim como nas universidades, o Nave preenche suas turmas por meio de concurso público, realizado anualmente na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com a diretora adjunta Maria Luísa Albuquerque, os estudantes saem do Núcleo formados e aptos para o mercado de trabalho. Ela explica que o Nave é voltado para a pesquisa e desenvolvimento de soluções educativas, usando de forma diferenciada as tecnologias da informação e da comunicação no ensino médio e capacita jovens para profissões na área digital.

Um projeto de inclusão está sendo planejado pelo Prodap e no segundo semestre será executado em Macapá pela equipe do Centro. "Queremos levar a inclusão tecnológica para o Estado. Por isso conhecemos programas em diferentes locais e estudamos a viabilidade para implantação no Amapá", disse o diretor-presidente do Prodap.

"Nosso intuito é oferecer condições para termos jovens formados e focados nas novas tecnologias. Com a chegada da banda larga, queremos nos preparar para os novos mercados, uma vez que o novo serviço que o governador Camilo Capiberibe está disponibilizando dará muitas oportunidades nesta área", declarou José Alípio Junior.

José Alípio Junior com a equipe da Oi no Rio de JaneiroOutro projeto visitado foi a Oi Futuro do Flamengo. A instituição é um centro de cultura, tecnologia e inovação. O prédio existe desde 1918 e já abrigou o Museu do Telephone e transformou-se numa referência internacional em arte contemporânea e num convite arquitetônico à interação.

Durante sua estadia no Rio de Janeiro, o presidente do Centro de Gestão ainda participou da 18ª Reunião Ordinária do Conselho de Associadas (Roca). O evento contou com palestras, discussões e apresentações de alguns projetos na área de tecnologia e informática e contou com a participação do presidente da Telebras, Caio Bonilha, que falou sobre o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) no Brasil.

Isabelle Braña/Prodap

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação