Notícias
09/05/2012 9h23 - Atualizado em 09/05/2012 9h23
Onda Jovem: um programa para a juventude amapaense construir o próprio futuro
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra

Nos próximos dias, o governador Camilo Capiberibe estará lançando o programa Onda Jovem, que, diferente do Amapá Jovem, surge com o compromisso de capacitar os jovens e adolescentes fazendo o acompanhamento, monitoramento e avaliação das ações desenvolvidas por eles, além de proporcionar aos mesmos ações de lazer, cultura e a prática de esporte nas mais variadas modalidades.

"Antes, o acompanhamento e capacitação desses jovens praticamente não existiam e o programa se resumia a pagar um valor no final do mês. Agora será diferente. Vamos criar mecanismos para a conclusão do ensino médio, da qualificação profissional", comentou Eloiana Cambraia, secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), um dos órgãos do governo responsáveis pela implantação do programa.

Com a mudança de governo e o início da nova gestão, perceberam-se diversas irregularidades que vinham acontecendo desde a criação do programa, em 2009. Os jovens que deveriam receber capacitação profissional acabavam não desenvolvendo qualquer tipo de atividade, sendo apenas beneficiados com o pagamento da bolsa no valor de R$ 120 mensais.

"Com o descumprimento das normas que regiam o programa e o rombo deixado pela gestão anterior, optou-se em fevereiro deste ano pela paralisação das atividades para que o projeto fosse estudado e reformulado, de forma a desenvolvê-lo corretamente", afirma o secretário da Juventude, Alex Nazaré.

Uma das falhas encontradas nesta nova administração foi a inexistência de dotação orçamentária para o desenvolvimento do projeto, e a comprovação de que recursos de outros departamentos estariam sendo usados para o pagamento das bolsas. Outro ponto importante a destacar era a forma desordenada que o programa estava sendo desenvolvido.

"Uma das questões mais relevantes com a reformulação do projeto é que, a partir de agora, teremos dotação orçamentária para o desenvolvimento do programa com a juventude, alcançando jovens dos 16 municípios do Estado, que nos proporcionará não apenas o pagamento de bolsa, mas nos dará também a oportunidade de investirmos em outras ações voltadas para o desenvolvimento do protagonismo para a cidadania, incluindo-os no universo dos direitos e das políticas públicas, tornando-os sujeitos de sua própria historia na construção de um futuro melhor", declara Eloiana Cambraia.

O Onda Jovem disponibilizará este ano 7 mil vagas destinadas a jovens com idades de 15 a 29 anos, que terão direito a bolsa no valor de R$ 120.

O programa proporcionará também a participação dos jovens em diversas ações inseridas no projeto, como o Educa Jovem; Jovem Qualificado, que atenderá os jovens de 16 a 29 anos, em cursos de formação inicial e continuada, a seleção e participação destes jovens em estágio remunerado e a preparação dos mesmos para o mercado de trabalho; o Juventude Cidadã, desenvolvendo ações voltadas exclusivamente para os jovens amapaenses, e o Crédito para a Juventude.

Karla Marques/Secom

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação