Outubro Rosa
Notícias
22/03/2012 19h36 - Atualizado em 22/03/2012 19h36
Governador Camilo Capiberibe anuncia promoção de professores da classe “A” para a classe “C”
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra
Ampliar imagem
Durante anúncio da promoção de professores da classe “A” para “C”, o presidente do Sinsepeap elogiou a boa vontade do governador
Ampliar imagem
Ampliar imagem
Ampliar imagem
Ampliar imagem

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Amapá (Sinsepeap) receberam nesta quinta-feira, 22, do governador Camilo Capiberibe, a notícia que há cerca de um ano era aguardada pelos educadores. Foi anunciado que será dada a promoção funcional para professores da classe "A" para a classe "C".

O presidente do Sindicato, Aroldo Rabelo e os representantes da categoria foram recebidos na manhã desta quinta-feira, pelo governador Camilo Capiberibe, que repetiu a notícia dada durante evento com professores do Parfor. A promoção é pauta da reivindicação para que professores que concluíram o nível superior tenham o aumento salarial garantido.

O benefício significa aproximadamente 24% a mais no salário do educador e vai melhorar o rendimento de aproximadamente 3 mil servidores do Estado que concluíram o terceiro grau atendendo à Lei de Diretrizes de Bases da Educação Nacional (LDB).

Somente por meio do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor), 411 educadores estão cursando nível superior na Universidade do Estado do Amapá (Ueap), e que futuramente serão beneficiados com a decisão do governador. O presidente do Sinsepeap agradeceu ao governador Camilo ressaltando que as propostas colocadas na Mesa de Negociação, formada por integrantes do GEA e do Sindicato, começam a ser atendidas, de acordo com o que foi prometido no ano passado.

Na ocasião, o governador disse que a intenção do governo era buscar, junto com o Sindicato, medidas para uma solução satisfatória e com responsabilidade. Para que a decisão se concretize, a Secretaria de Estado da Administração (Sead) está fazendo um estudo de impacto financeiro na folha de pagamento.

"As principais reivindicações da categoria no ano passado começam a ser resolvidas em conjunto com o Sindicato. A progressão foi parcelada e está sendo paga dentro do prazo. A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan) e a Sead irão apresentar contas da educação para que o Sindicato tome conhecimento de gastos. As decisões estão sendo tomadas com a categoria. O governador está cumprindo sua parte", disse o sindicalista.

Aroldo elogiou a boa vontade do governador em tomar decisões que não prejudicam, resultado de consenso entre as partes. Camilo Capiberibe garantiu que o Estado trabalha para repor perdas salariais, mas, paralelo a isso, tenta sanar questões administrativas e financeiras.

"Tomei a decisão de conceder a promoção dos professores tipo 'A' para a categoria 'C'. Entendo que os que ingressaram no quadro efetivo do Estado com formação em nível médio e concluíram seus cursos superiores devem ser valorizados. Esse educador se especializou e aperfeiçoou seus conhecimentos para melhor desenvolver suas atividades e passar o conhecimento. Isso reflete na Educação do Amapá", assegurou o governador.

Camilo Capiberibe disse que a equiparação do salário ao piso nacional, de R$ 1.451,12, está sendo avaliada, mas que até os últimos dias de março terá tomado uma decisão.

"Antes da data limite para discussão do piso salarial teremos uma alternativa que será apresentada ao Sindicato dentro das nossas possibilidades. Reajuste não depende somente de vontade, mas de capacidade orçamentária do Estado. Adianto que será uma decisão pactuada com os professores", finalizou o governador.

Mariléia Maciel/Secom

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação