Novembro Azul
Notícias
09/09/2011 19h39 - Atualizado em 09/09/2011 20h11
Projeto de Segurança Pública Integrada é apresentado ao governador
Da Redação - Agência Amapá
A-A+ Tamanho da Letra
Ampliar imagem
Secretário e representantes da Segurança Pública apresentam projeto para o governador
Ampliar imagem
SEINF/PM/DGPC/SEJUSP/SEPLAN Apresentação do projeto das Unidades Integradas
Ampliar imagem
Seinf, PM, DGPC, Sejusp e Seplan apresentam projeto Segurança Pública Integrada

Na tarde desta sexta-feira, 9, representantes das Secretarias de Estado da Infra-Estrutura (Seinf), do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Delegacia Geral da Polícia Civil apresentaram ao governador do Estado, Camilo Capiberibe, o projeto de Segurança Pública Integrada.

No início da reunião, foi realizado um diagnóstico preliminar mostrando como anda a segurança pública no Estado. Posteriormente, foram mostrados os princípios norteadores do projeto, entre eles, a integração entre os órgãos da segurança e governo do Estado.

De acordo com o secretário da Sejusp, Marcos Roberto Marques, o projeto, que contou com a consultoria do antigo secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, será aplicado em todo o Estado.

"Entre os objetivos principais está a redução da violência e criminalidade. Além disso, vamos trabalhar para reforçar a mediação de conflitos, gestão integrada, segurança e fluidez no trânsito", enfatizou Marcos Roberto.

O valor do projeto está estimado em R$ 2.800 milhões, e as atividades começarão por Macapá, que serão realizados recortes que compreendem o Batalhão da PM e Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). "Macapá será divida em 4 áreas, cada uma com 5 unidades de atuação", disse o titular da Sejusp.

O projeto também contempla unidades do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), para fazer o acompanhamento dos internos que estão em regime semiaberto e domiciliar. Por meio dessas unidades, será verificado se os mesmos estão cumprindo com suas obrigações, entre elas, o trabalho.

Em sua avaliação, Camilo Capiberibe disse que o projeto foi bem desenhado e, além da segurança pública, as Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), da Educação (Seed) e Inclusão e Mobilização Social (SIMS) devem fazer parte do projeto, pois a intenção é trabalhar a política social como um todo.

"Queremos ter uma abordagem voltada à segurança, mas também para a educação, de modo a diminuir a evasão escolar por meio das unidades instaladas", ressaltou o governador.

Balestreri comentou que o projeto de Segurança Pública Integrada foi formulado levando em consideração a linha do conhecimento científico. "Esse é o caminho correto para a segurança e, aqui no Amapá, percebo o entusiasmo na execução de um projeto tão sofisticado como este, e isso é muito raro hoje em dia. Através dele, o Estado poderá dar exemplo para o Brasil", disse.

Ewerton França/Secom

Cadastre-se para receber o Boletim Eletrônico
Nome
E-mail
Assessorias
Secretaria de Estado da Comunicação